terça-feira, 11 de julho de 2017

Artista Maikon K inicia circuito de performances no Palco Giratório

Para início das performances do Festival, se apresentará nesta quarta-feira (12), o artista curitibano Maikon K, em uma dança-instalação representando ‘DNA de Dan’. Em versão curta, a performance possui 1h de duração, já em versão longa são cerca de 4h de intensa apresentação. A performance iniciará às 17h na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), com classificação etária indicada para 16 anos. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

Maikon K trabalha nas fronteiras entre performance e dança, teatro e ritual. O foco de sua arte é o corpo como instaurador de realidades e os limites entre humano e não-humano. Há treze anos pesquisa a alteração da consciência através de práticas corporais e ritos. Entre suas obras estão “Guilhotina – musical xamânico-terrorista em uma sala de aula” (2008), “Corpo Ancestral” (2013) e “Terrário – dança privé num portal interdimensional” (2015). Em 2015, a performance “DNA de DAN” integrou a exposição “Terra Comunal: Marina Abramovic + MAI”.

DNA de DAN é uma dança-instalação de Maikon K. Num primeiro momento, o performer mantém-se imóvel enquanto uma substância seca sobre seu corpo. Após essa fase da experiência, ele se moverá. A ação acontece dentro de um ambiente inflável criado pelo artista Fernando Rosenbaum – o público poderá entrar nesse espaço e lá permanecer. Dan é a serpente ancestral africana, que dá origem a todas as formas. A partir desse arquétipo, Maikon K cria seu rito de passagem pelo corpo. A construção de outra pele, o ambiente artificial e a relação com o público são dispositivos para esta performance, na qual o corpo do artista passa por sucessivas transformações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog do Sesc Rondônia tem por prioridade divulgar as ações e processos da instituição dando respostas a respeito da programação de eventos e outros, não sendo o canal administrativo para o recebimento de reclamações oficiais, reservando-se ao direito de não publicar mensagens que em sua essência contenham mensagens de cunho injurioso ou com linguagem depreciativa. Os usuários ou outros que desejarem fazer reclamações formais ao Sesc poderão entrar em contato com a administração regional em Porto Velho/RO e encaminhar suas considerações.

Postagens populares (5 mais recentes)